Celebração em louvor a São Sebastião atrai devotos à fazenda Silva Lopes

O casal Joel Lopes e Maria da Silva continua mantendo a tradição familiar, que é oferecer todo dia 20 de janeiro uma celebração em ação de graça a São Sebastião. Novamente o encontro religioso foi realizado na fazenda Silva Lopes e contou com a presença de dezenas de pessoas da família e da comunidade Barra do Córrego. Os anfitriões receberam seus convidados com muita fé e fartura. Logo após a celebração da palavra feita pelo Ministro da Eucaristia José Limiro, os fieis tiveram a disposição um banquete bem variado, como era feito nas rezas de antigamente.

Como tudo começou

A família Lopes Siqueira, tradicional na religião católica de Unaí, sempre esteve ligada às atividades religiosas e culturais na zona rural do município. As beiras do Rio Roncador, nas regiões do Canto, Pico e Barra do Córrego, o senhor José Lopes, fazendeiro influente, fez história. Manteve diversas atividades culturais, principalmente as religiosas. Devoto de São Sebastião há aproximadamente 60 anos, começou a realizar todo ano um encontro da comunidade para a celebração de uma reza em homenagem ao santo, e desde então essa tradição veio passando de geração a geração. Depois de José Lopes, quem teria continuado com a tradição teria sido seu neto, Imídio Lopes, que faleceu. Com sua morte, a tradição ganhou segmento através de seu filho Joel Lopes e de sua nora Maria da Guarda Silva, que de acordo com eles, pretendem seguir com o encontro religioso, mantendo a tradição familiar.

Reportagem e fotos: José Ney Lopes