Plenário da Câmara de Unaí impõe nova derrota ao prefeito Branquinho

ÉApesar de inúmeras tentativas de convencer os vereadores a votar a favor do recurso 02/2018, que passaria para o plenário da Câmara o direito de discutir e votar o Projeto de Lei 014/2018, PL este que mexe no Plano de Carreira dos Servidores Públicos Municipais, o prefeito Branquinho sofreu nova derrota na Casa, na tarde deste 23 de abril, quando o projeto foi rejeitado pelo plenário por 8 votos contrários e 7 favoráveis.

A Câmara ficou completamente lotada, como há muito não se via, e dividida. De um lado, em maioria, os servidores contrários ao projeto; de outro, em minoria, alguns servidores concursados e detentores de cargos de confiança da Prefeitura favoráveis às mudanças; no meio, pouquíssimos servidores ocupantes de cargos de serviços gerais, na dúvida do que realmente era melhor e de que lado estava a verdade.

Debaixo de aplausos e vaias, sob acusações diversas e denúncias de ameaças, os vereadores discutiram o recurso do prefeito Branquinho e votaram contra as intenções do prefeito. A reunião foi uma das mais tensas e tumultuadas dos últimos anos e, a medir pelo clima de hostilidades, deverá deixar marcas profundas na política unaiense.

Os vereadores contrários ao recurso do prefeito pertencem ao auto-intitulado G8. São eles: Ilton Campos, Paulo Arara, Paulo do Saae, Valdmix, Silas Professor, Valdir Porto, Eugênio Ferreira e Petrônio.

Todos os detalhes desta histórica reunião da Câmara de vereadores de Unaí estarão nas páginas do Jornal Visão Regional, em circulação na próxima semana em Unaí e região.

Reportagem: Rubens Martins
Fotos: José Ney Lopes