Política: Doutor Ilton se livra da acusação de quebra de decoro

O vereador Ilton Campos, que respondia procedimento por quebra de decoro parlamentar na Câmara de Unaí, por ter supostamente agredido um colega parlamentar dentro das dependências da Casa, livrou-se da acusação na tarde desta segunda-feira, 24 de setembro. O fato foi possível graças a um entendimento entre as partes, ou seja, entre ele e o vereador agredido Valdir Porto, que entrou com um requerimento retirando as acusações que havia feito contra Doutor Ilton.

O livramento não foi fácil, uma vez que o presidente da Câmara, vereador Olimpio Antunes, não acatou o requerimento do vereador Valdir Porto, que por sua vez, recorreu ao plenário da Câmara contra a decisão do presidente.

Ainda assim, Olímpio não quis incluir o recurso na pauta da reunião, mas, pressionado pela maioria, submeteu a decisão ao plenário que aprovou a apreciação do recurso e, em seguida, após calorosas discussões, aprovou o requerimento e o processo contra Ilton Campos acabou sendo arquivado.
O arquivamento se deu pela vontade de 10 vereadores que foram favoráveis ao recurso. O vereador Paulo do Saae se absteve e os vereadores Olímpio, Alino, Tião do Rodo e Professor Diego votaram contra o arquivamento.

O discurso mais contundente foi da vereadora Andrea Machado, que após relatar diversos fatos em que foi prejudicada pelo vereador Ilton Campos, pregou o perdão e a união das lideranças em prol do desenvolvimento de Unaí.

Em seu discurso após o livramento, Ilton Campos reconheceu que errou e pediu publicamente que fosse desculpado pelo colega Valdir Porto.

Reportagem: Rubens Martins
Fotos: José Ney Lopes