Prefeitos da AMNOR se reúnem para discutir recursos constitucionais retidos pelo estado de Minas

Na tarde da última sexta-feira, 19 de outubro, prefeitos do Noroeste de Minas que compõem a AMNOR se reuniram em assembleia ordinária para debaterem sobre a real situação que os municípios vêm passando. O encontro contou com a presença dos prefeitos de Chapada Gaúcha, Jair Montagner, que presidiu a assembleia; Brasilândia de Minas, Marden Junior; Guarda Mor, Edgar Lima, Riachinho, Liedson Silva; de Unaí, José Gomes Branquinho; Uruana de Minas, Ronaldo Ferreira; Dom Bosco, Iramaia Maria; Natalândia, Geraldo Magela; Paracatu, Olavo Condé; Formoso, Luiz Carlos; João Pinheiro, Edson Xavier; e o vice-prefeito de Buritis, Rufino Clóvis.

A assembleia foi especificamente para discutir sobre o descaso do governo de Minas Gerais com as cidades mineiras, tendo em vista que há vários meses não vem repassando os recursos constitucionais para os municípios, e com isso agravou ainda mais a situação das prefeituras, que já vinham com dificuldades pela crise que abalou os cofres públicos nos últimos anos.

A reunião foi realizada na sede da AMNOR, onde o primeiro prefeito a fazer uso da palavra foi José Gomes Branquinho, da cidade de Unaí. Ele ressaltou que os chefes dos executivos do Noroeste precisam se movimentar para buscar uma solução, que esse descaso do Governo de Minas vem desestruturando as contas do seu município, e que até aqui conseguiu resolver o problema com os recursos próprios, mas agora não conseguirá mais, e isso poderá comprometer o pagamento dos funcionários públicos do seu município, que até hoje sempre receberam dentro do mês trabalhado.

Branquinho defendeu ainda que a AMNOR entregue aos candidatos ao Governo de Minas uma reivindicação para que eles consigam resolver os problemas dos municípios, e que se comprometam a repassar os recursos constitucionais retidos e pagar a dívida, que, por exemplo, na cidade de Unaí já passa dos 25 milhões de reais, e no Noroeste já ultrapassa os 100 milhões de reais.

Os prefeitos de Paracatu, Brasilândiade Minas, Uruana de Minas e João Pinheiro e outros parabenizaram a atitude da AMNOR em realizar uma assembleia para tratar do assunto, afirmaram que a principal função da Associação é estar atenta a essas questões políticas, e que dessa forma fortalece ainda mais a AMNOR e consequentemente os municípios do Noroeste.

Resposta

Os prefeitos do Noroeste de Minas foram taxativos em dizer que caso o Governo de Minas continue a reter os repasses dos municípios, cancelarão os convênios com o estado em todos os serviços de responsabilidade do Governo de Minas. As prefeituras têm gastos estrondosos com Polícia Militar, Polícia Civil, transporte público para alunos do Estado, Emater, entre outros.

Representatividade

Os prefeitos salientaram a importância de o Presidente da AMNOR trabalhar constantemente pela representatividade da entidade. Disseram que a AMNOR tem que atuar fortemente nas esferas federal e estadual, e que o Presidente tem que defender os interesses dos municípios que compõem a AMNOR. Disseram ainda que a situação que as prefeituras enfrentam hoje com o Estado de Minas é um exemplo, e que os representantes da AMNOR precisam se movimentar cada vez mais para mostrar a força da região.

Resíduos Sólidos

A superintendente da AMNOR, Ivonete Antunes, disse no encerramento da Assembleia sobre a importância da dedicação dos municípios para encontrarem um caminho para a destinação dos resíduos sólidos. Lembrou que o Ministério Público prorrogou o prazo para 180 dias para que os municípios façam a destinação dos resíduos de forma adequada para não prejudicar o meio ambiente. Além do prazo ficou a incumbência da visita técnica ao aterro sanitária de Lagoa Grande, UTC de Arinos e conhecimento da educação ambiental de Itaúna.
Outro tema tratado foi a missão técnica do NOE – Noroeste Empreendedor á Maracaju e Campo Grande/MS para conhecerem iniciativas de inclusão produtiva, segura e viável da agricultura familiar e de MEI. A AMNOR fez questão de visitar o transbordo do município de Maracaju e conhecer detalhes da gestão de resíduos sólidos para enriquecer sua bandeira de trabalho já iniciado em 2013.

Belo Horizonte

Vários prefeitos de Noroeste de Minas estão hoje, segunda-feira, 22 de outubro, em Belo Horizonte para um encontro com os candidatos ao Governo de Minas para firmar compromisso para os próximos anos. O objetivo é que o próximo governador tenha comprometimento com os municípios para que não chegue ao ponto de ser impossível governar por falta de recursos.

Reportagem e fotos: José Ney Lopes