Empresário de Unaí volta a beneficiar a educação

Empresário Bordon, ao centro, em audiência com o prefeito de Unaí, com o reitor da Universidade e com o engenheiro do Campus tratando da doação do terreno para construção da Avenida Universitária .

O empresário Bordon Silvério, também conhecido como “o Mecenas”, voltou a atuar em favor da educação no município de Unaí, onde possui grandes empreendimentos. Em audiência com o prefeito da cidade, Bordon Silvério firmou uma parceria que vai beneficiar em muito os acadêmicos, professores e colaboradores da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, a UFVJM, bem como o desenvolvimento regional num todo.

Benefício

A Universidade, construída numa área de 135 hectares, doada pelo empresário Bordon Silvério no ano de 2011, agora vai ganhar uma grande avenida ligando seu campus à Br 251. A obra, já em andamento, só está sendo possível graças à sensibilidade de Bordon, que doou mais uma grande área para a construção da via, batizada de “Avenida Universitária”. “Antes, o acesso era por meio de uma estrada rural, provisório e com voltas. A Avenida Universitária será um acesso asfaltado em linha reta, que vai reduzir a distância e será uma ligação definitiva”, explicou o prefeito de Unaí, salientando que o executivo está entrando com a abertura da via e a Universidade custeará a pavimentação asfáltica. A Prefeitura informou também que como há a intenção do empresário de implantar mais um empreendimento naquela localidade, a área doada para construção da avenida poderá ser descontada no percentual de área viária a ser repassada ao município.

Casa nova

A chegada da Universidade Federal a Unaí tinha como condição a doação do terreno, o que não foi difícil graças à visão do empresário Bordon, que enxerga uma universidade como fator de desenvolvimento local e regional. A UFVJM veio, porém, enquanto seu campus era preparado, iniciou suas atividades provisoriamente na antiga Escola Politécnica. Agora, com um dos pavilhões que compõem o campus pronto, a Universidade iniciou sua mudança definitiva.

Máquinas dando os primeiros passos na abertura da Avenida Universitária

Campus da Universidade Federal em Unaí está sendo construído numa área de 135 hectares doada pelo empresário Bordon Silvério

O Mecenas

Mecenas era o nome dado pelo império romano a todo aquele que por iniciativa própria tomava a decisão de valorizar, incentivar, apoiar e investir na cultura de um povo. O empresário Bordon Silvério e Silva Martins tem sido esta pessoa. Com empreendimentos em vários estados do país, Bordon contribui significativamente para o desenvolvimento de todos os municípios onde atua.

Exemplos

O Jornal Visão Regional pesquisou e encontrou exemplos da preocupação do empresário com a cultura e a arte em duas das maiores cidades que tiveram o privilegio de receber um empreendimento com a marca Bordon. Em Paracatu, entre outras benesses, ele adquiriu e restaurou um casarão do século XVIII, dando vida a uma importante peça do acervo histórico da cidade. Em Unaí, o maior símbolo cultural da cidade, o Casarão Capim Branco, também está sendo restaurado pelo empresário e vai sediar o Instituto Bordon e um Centro Cultural a serem mantidos com o apoio do Mecenas.

Casarão do século XVIII restaurado pelo empresário Bordon Silvério em Paracatu

Maquete do Casarão Capim Branco, futura sede do Instituto Bordon, que está sendo restaurado para dar vida à cultura, a arte e ao meio ambiente de Unaí

Numa rápida entrevista ao Jornal Visão Regional, Bordon falou sobre estas Benesses e sobre o que mais vem por ai.


Jornal Visão – Qual a sua intenção em ajudar na instalação da Universidade Federal em Unaí?


Bordon – Dar minha contribuição para a construção de conhecimento técnico científico visando o avanço do agronegócio. Conhecimento esse, que acredito, será revertido em produção de riquezas e proporcionará condições para o desenvolvimento do nosso município e região.


Jornal Visão – O que mais vem por aí?


Bordon – Somos parceiros nos trabalhos de levantamento sociambiental da Serra do Taquaril, juntamente com a Prefeitura, o IEF, o Ministério Público, igrejas e a sociedade. Nosso objetivo é realizar o Plano de Manejo da Serra e fazer a utilização do espaço de forma programada. As estratégias já estão sendo elaboradas pela Secretaria de Meio Ambiente, isso também irá acontecer. Deixo legados e construo histórias.

Fonte: Jornal Visão Regional

Fotos: Ascom (Prefeitura de Unaí ) e Arquivos do Empresário Bordon Silvério