Feminicídio: Fernanda Caetano foi assassinada pelo noivo em Belo Horizonte

    Compartilhe

    A unaiense e estudante de enfermagem de 34 anos que estava desaparecida na cidade de  Belo Horizonte, desde o dia 24 de dezembro, Fernanda Caetano Vasconcelos, foi encontrada morta na manhã desta quinta-feira, 07 de janeiro. Segundo informações, ela foi assassinada no dia  22 de dezembro.

    O assassino foi preso na manhã dessa quinta-feira e confessou o crime. Ele era o noivo da vítima e tem 24 anos. Os dois moravam juntos e planejavam se casar.

    Segundo a investigação, o autor se passou pela vítima depois que ela já estava morta, pois desde o  dia 22, pelo whatsapp dela, vinha mantendo contato com a família por mensagens de texto, levantando suspeitas de que algo estava errado, pois não tinha diálogo por áudio.

    Nos laudos periciais, o corpo da jovem apresentava três perfurações: na clavícula,  no peito e no pescoço. Depois de matar a noiva, o autor tentou queimar o corpo, mas as chamas não pegaram. No laudo pericial o corpo apresentava sinais de queimaduras.

    Foto: Arquivo da família